17/10/2008

Cada pedaço de mim/ Clarice Lispector

"Cada pedaço de mim sabe o inferno que é ser sol em noites de chuva,
ser cor nos cinzas dos edifícios,
ser luz na escuridão das manhãs.
Cada todo de ti sabe a delícia que é ser flor nas asas do vento,
ser cristal nos olhos das fadas,
ser azul no fundo do mar.
Cada suspiro de nós sabe a angústia que é ser só um na multidão dos dias,
ser muito na pobreza da esquina,
ser ninguém na roda da vida.
Enquanto isso os relógios se vão,
e vêem aqueles que sabem o que é apenas ser na ausência do nada".

4 comentários:

Tiago disse...

Mto bom seu blog... Foi reformulado.. hehe... jah votei na sua pesquisa!!! =p
Bjsss

neimandagusta@msn.com disse...

Lindo...lindo...linnnnnnnnnnnndo,bjs

Patrícia Pirota disse...

Olá, tudo bem?
Cheguei a seu blog, pois estava procurando por cópias de textos meus, e então me deparei com meu poema como se fosse da Clarice Lispector.
Não sei como isso aconteceu, ou de onde você tirou o poema com o nome de Clarice. É claro que é uma honra ter um texto meu como se fosse dela, mas, se você pudesse corrigir o nome da autora, eu ficaria imensamente grata.
Desde já, obrigada pela atenção.
Patrícia Pirota

Anônimo disse...

Essa poesia é da Patrícia Pirota!